Viagem

Passei noites em vão Pensando em como partir Sem a comoção Sentido apenas a gratidão Planejei a rota Imaginei longas conversas Me vi perdida Procurando novas rotas De alternativas complexas Aos riscos extremos Passei a noite virada Imaginando minha viagem E em todas as imagens Você segurava minha mão. -CJ B.

Anúncios

Resta tempo

E que me reste tempo para perder tempo com você Não deixei versos simples Muito menos que falem de amor Não deixei a saudade parada Muito menos me afoguei Eu fiz tudo ao contrário E refiz tudo de novo Para dar certo E deu certo Me sobrou tempo para falar de amor. -CJ B.

O Vigia

Recitei uma poesia E agora sinto sede Não, não, não O lerei quando estiver pronto Ao enquanto, sigo encomodo Encafufado com as faces que me tangeiam e motram suas indulgências, cada uma, para seu Deus oque me transforma, consequentemente, de vítima, para réu e aquelas divergências se mostravam muito menores que as originais dizendo-se efêmeras … Continue lendo O Vigia

;

Foi segundos do reflexo de uma vida inteira Mas eu te amei num tempo de um temporal Mas foi tão rápido que se perdeu numa brisa de um vendaval Às vezes, só às vezes, eu sou covarde de mais pra admitir o quanto sinto sua falta Mas tudo bem, às vezes, só às vezes, eu … Continue lendo ;

W.M

Esse céu cinza me lembra das cores do meu café Me lembra da cor dos teus olhos cansados Me lembra das frias palavras de despedida que você me deixou Me lembra da sua partida na nuvem mais fria do meu coração Hoje eu estou só poesia Não comprei meu cigarro Fumei a constelação de Irio … Continue lendo W.M

Lembranças de quem?

Desde que parti Colecionei histórias De joelho ralado De coração partido Meu álbum de lembranças está vazio Passo noites em claro lembrando Te ver partir E nem se despedir Me despiu de corpo e alma E no final Foram lembranças de quem?